Última hora

Última hora

Netanyahu nega acordo para libertação de Shalit

Em leitura:

Netanyahu nega acordo para libertação de Shalit

Tamanho do texto Aa Aa

Mantém-se a incerteza quanto à eventual libertação do soldado Gilat Shalit, detido pelo Hamas desde Junho de 2006.

Um membro do executivo israelita tinha previsto avanços nas negociações para breve alimentando rumores de uma libertação iminente. O primeiro-ministro Benjamin Netanyahu veio a público acalmar os ânimos. “Ainda não há acordo e eu não sei se haverá um acordo. Mas posso dizer que, se houver, terá que passar em primeiro lugar por uma decisão do executivo”, afirmou. As negociações estão a ser mediadas por diplomatas alemães e egípcios. Esta segunda-feira uma delegação do Hamas deslocou-se ao Cairo para discutir uma eventual troca de prisioneiros constantes de uma lista de centenas de detidos palestinianos. Fontes próximas do processo adiantaram que a lista dos prisioneiros, vistos pelas hostes palestinianas como heróis, poderá ser revista, desde que o Hamas concorde que alguns activistas sejam exilados, ao invés de retornarem à Cisjordânia ou a Gaza.