Última hora

Última hora

"Homem-pássaro" falha voo intercontinental

Em leitura:

"Homem-pássaro" falha voo intercontinental

Tamanho do texto Aa Aa

Tentou ser a primeira pessoa a realizar um voo intercontinental com um reactor às costas, mas não conseguiu.

Yves Rossy, um suíço de cinquenta anos, quis sobrevoar as águas que separam Marrocos de Espanha. Depois de ter saltado em queda livre, o indivíduo deu asas ao sonho. O piloto accionou as quatro turbinas, instaladas na asa que ostenta uma envergadura de dois metros e meio. Mas subitamente desapareceu do enquadramento da câmara, que transmitia as imagens em directo. Acabou por ser encontrado na água, sem se conhecerem as razões do fiasco. Um helicóptero acabou por socorrer, são e salvo, aquele cujo sonho era voar como um pássaro e que entrou para o Guiness, no ano passado, como o primeiro homem a atravessar o canal da mancha com uma asa de propulsão a jacto.