Última hora

Última hora

Leterme de novo primeiro-ministro belga

Em leitura:

Leterme de novo primeiro-ministro belga

Tamanho do texto Aa Aa

Onze meses depois da demissão, Yves Leterme vai voltar à chefia do Governo belga.

O cristão-democrata flamengo, actualmente ministro dos Negócios Estrangeiros, vai substituir Herman Van Rompuy, nomeado na sexta-feira para a presidência do Conselho Europeu. O ainda primeiro-ministro considera que Leterme “tem agora uma segunda hipótese e dispõe de todos os elementos para provar que é um bom chefe do Governo”. Van Rompuy espera que ele seja bem sucedido. A vontade de evitar uma nova crise entre flamengos e francófonos é avançada pelos cinco partidos da coligação governamental como justificação para a escolha rápida de Leterme, que deve assumir hoje o cargo depois de Van Rompuy apresentar a demissão. O mediador e ex-primeiro-ministro Wilfried Martens explica que “foi um ano horrível no plano financeiro e económico. A consciência pelas coisas urgentes, vitais e fundamentais madurou. Era necessário um acordo político, um compromisso razoável e, portanto, os espíritos evoluiram”. Depois de vencer as legislativas em Junho de 2007, Leterme demorou nove meses a formar governo. Em Dezembro de 2008 demitiu-se na sequência de acusações de pressionar a Justiça no caso Fortis, vindo depois a ser ilibado.