Última hora

Última hora

Peregrinos de Meca passam a noite no vale de Mina

Em leitura:

Peregrinos de Meca passam a noite no vale de Mina

Tamanho do texto Aa Aa

Centenas de milhares de peregrinos afluíram ao Vale de Mina, nos arredores de Meca, para continuar os rituais do Hajj.

Além das habituais medidas de segurança, para evitar esmagamentos nas multidões e a realização de protestos políticos, este ano as autoridades sauditas estabeleceram como prioridade a prevenção da gripe A. Riade mobilizou 20.000 profissionais de saúde e montou hospitais de campanha ao longo do percurso da peregrinação com receio de uma eventual epidemia propagada pelos habituais milhões de visitantes oriundos de 160 países. Até ao momento foram detectados 67 casos de gripe suína entre os peregrinos. Os riscos de contaminação também estão a preocupar as autoridades de saúde mundiais, uma vez que as grandes concentrações são propícias à propagação do vírus H1N1. Os fiéis deverão passar a noite em tendas erguidas no vale de Mina, antes de se dirigirem esta quinta-feira ao Monte Arafat, também conhecido como Monte da Misericórdia, para o ponto alto da peregrinação. Os rituais deste ano também foram marcados pela queda de fortes aguaceiros em Jebah e ao longo do caminho rumo a Mina.