Última hora

Última hora

A Comissão Europeia tem novos rostos

Em leitura:

A Comissão Europeia tem novos rostos

Tamanho do texto Aa Aa

Durão Barroso apresentou o novo colégio de comissários.

Entre os 27 membros desta comissão cerca de metade são novos nomes, os outros são caras conhecidas que mudam de pasta. A escolha foi um longo exercício de equilíbrios entre forças piolíticas, representação de género e exigências dos governos nacionais. Para Durão Barroso esta é uma boa mistura entre experiência e sangue novo. “Tínhamos o programa europeu e agora temos a equipa europeia”, afirmou. Nesta equipa, está de volta o francês Michel Barnier, que tinha passado pela comissão há alguns anos. Barnier assume agora o Mercado Interno e os serviços financeiros. O espanhol Juaquin Almunia deixa os Assuntos Monetários para se dedicar à concurrência. Os Assuntos Monetários estão entre os postos mais desejados e é Olli Rehn, que se ocupava do Alargamento, quem vai assumir a responsabilidade a partir de agora. O lugar até agora desempenhado pela recém nomeada Alta Representante para os Negócios Estrangeiros, a pasta do comércio, passa a ser ocupado pelo belga Karel Gugcht. O comissário italiano, Antonio Tajani, deixa os Transportes para se dedicar à Indústria e o alemão Gunter Orttinger faz a sua estreia na Energia. Novidade é a criação do cargo de comissário para o Clima. O lugar será ocupado pela dinamarquesa Connie Hedegaard, que já se ocupava deste assunto no governo do seu país. Todos os comissários, individualmente, vão ter que passar perante a comissão do Parlamento Europeu e a nova comissão no seu conjunto será submetida a voto, antes de tomar posse, em Fevereiro.