Última hora

Última hora

Irão radicaliza atitude perante a comunidade internacional

Em leitura:

Irão radicaliza atitude perante a comunidade internacional

Tamanho do texto Aa Aa

O irão aprovou um plano para construir 10 centrais de enriquecimento de urânio. De acordo com o projecto aprovado pelo governo, os futuros complexos de enriquecimento vão ter as mesmas dimensões que a central de Natanz. Os trabalhos de construção iniciam-se dentro de dois meses.

Ao mesmo tempo, o executivo governo vai examinar a possibilidade de enriquecer urânio a 20 por cento. Estes anúncios surgem horas depois do parlamento iraniano ter apelado ao governo para reduzir a cooperação com a Agência Internacional de Energia Atómica. Um desejo expresso em resposta à condenação do organismo das nações unidas à existência secreta da central de enriquecimento de Qom, descoberta há poucos meses. A moção da AIEA foi aprovada com 25 votos a favor, 3 contra e 5 abstenções. Habitualmente mais clementes com Teerão, a Rússia e a China votaram ao lado dos parceiros ocidentais do chamado grupo dos seis – Estados Unidos, França, Grã-Bretanha e Alemanha. Numa primeira reacção, os Estados Unidos consideram que o governo iraniano caminha para uma nova violação das suas obrigações.