Última hora

Última hora

Bolsas de Dubai e Abu Dhabi abrem em queda livre

Em leitura:

Bolsas de Dubai e Abu Dhabi abrem em queda livre

Tamanho do texto Aa Aa

As bolsas do Dubai e de Abu Dhabi estiveram em queda livre, no primeiro dia de transacções desde a imposição de uma moratória de seis meses no pagamento das dívidas do conglomerado Dubai World.

As praças dos emirados fecharam com perdas de 7,5 a 8,3 por cento. Na semana passada, a possibilidade da insolvência do Dubai face a uma dívida pública de 80 mil milhões de dólares afundou os mercados mundiais. Em resposta à crise, com origem na explosão da até então florescente bolha imobiliária, o Banco Central dos Emirados prometeu injectar liquidez no sistema bancário do Dubai e o vizinho Abu Dhabi ofereceu apoio. Mas os analistas consideram estas medidas como “o mínimo absoluto” que podia ser feito e a prova parece estar na reticência dos mercados europeus. Na maioria das praças da Europa – incluindo Lisboa – depois de uma abertura no positivo a situação inverteu-se rapidamente, com os indíces a registarem perdas, com tendência para se acentuarem.