Última hora

Última hora

Manifestações pro Zelaya acabam em confrontos

Em leitura:

Manifestações pro Zelaya acabam em confrontos

Tamanho do texto Aa Aa

Tensão nas Honduras após a ida às urnas, uma eleição que devia pôr fim à crise política que o país vive desde o golpe de estado que derrubou Zelaya, em 28 de Junho.

A polícia dispersou com bombas de gás lacrimogéneo e canhões de água uma manifestação de simpatizantes do presidente deposto Manuel Zelaya na cidade de San Pedro Sula, localizada no norte de Honduras. Centenas de militantes da Frente de Resistência contra o Golpe de Estado se reuniram nas ruas de San Pedro Sula, apesar da proibição deste tipo de atividades. A polícia foi enviada para conter o protesto e disparou jatos de água e gás lacrimogêneo, sem conseguir acalmar os ânimos entre os grupos. Os manifestantes responderam lançando pedras e objetos contra as forças da ordem. Um jornalista foi ferido na cabeça e várias outras pessoas ficaram feridas. O líder deposto convocou a população para que não votasse, por considerar o processo eleitoral ilegítimo.