Última hora

Última hora

Sismo no Dubai faz tremer bolsas europeias

Em leitura:

Sismo no Dubai faz tremer bolsas europeias

Tamanho do texto Aa Aa

As grandes perdas no mercado de valores do Dubai provocaram alguma turbulência nas praças europeias. Apesar de iniciarem a semana no verde, a maior perda na bolsa do Dubai num ano puxou os mercados do velho continente para o vermelho.

No entanto, a tempestade foi passageira e as perdas foram menos significativas. “A máquina da liquidez do Dubai e dos Emirados Árabes unidos está a funcionar sobre rodas, como esperado. Por isso não existe uma crise de confiança. Isto seria a última coisa de que precisaríamos Acho que o Dubai está agora pronto a reparar a sua casa”. O anúncio de domingo de que o banco central dos Emirados Árabes Unidos vai injectar liquidez nos bancos afectados pelo incumprimento da Dubai World, a maior empresa estatal, afastou receios da existência de um risco sistémico. Além disso, os mercados estão nivelados o que permite evitar maiores perdas. “Nas últimas semanas, os mercados, em particular o índice CAC 40 estão a chocar contra certos pontos de resistência. Foi complicado subirmos para lá dos 3900 pontos e qualquer pretexto era bom. Este é também um pretexto mais do que bom e vai permitir-nos consolidar. Hoje estamos de volta à zona dos 3700 pontos, uma zona relativamente estável na abertura. A bolsa de Lisboa seguiu o caminho das congéneres europeias, mas foi uma das mais penalizadas. O PSI-20 encerrou a perder 1,3%.