Última hora

Última hora

Suiços dizem Sim à proibição de minarestes nas mesquitas

Em leitura:

Suiços dizem Sim à proibição de minarestes nas mesquitas

Tamanho do texto Aa Aa

O tom é de festa na sede dos partidos nacionalistas em Berna. Os militantes comemoram a vitória do referendo sobre a interdição da construção de minaretes nas mesquitas.

Só quatro dos 26 cantões suíços rejeitaram esta proposta da UDC e da UDF, que contou com a aprovação de 53 por cento dos eleitores suíços. O nacionalista Walter Wobmann assume este resultado como “uma modesta vitória mas uma vitória que vai ter de ser festejada”. A ministra helvética dos Negocios Estrangeiros explicou que nao consedera este resultado como uma rejeição da comunidade muçulmana. É um voto justificado pelo extremismo islâmicos e fundamentalista” Os Verdes helvéticos entretanto já indicaram, por seu turno, que vão apresentar um recurso no Tribunal Europeu dos Direitos do Homem, em Estrasburgo, contra o resultado deste referendo, por violação da liberdade religiosa que é garantida pela Convenção Europeia dos Direitos do Homem. O resultado surpreendeu os analistas, isto depois de as sondagens feitas durante a campanha eleitoral predizerem uma vitória do “não”, que teria o apoio de 53 por cento dos eleitores.