Última hora

Última hora

Comandante das forças norte-americanas no Afeganistão satisfeito com reforços

Em leitura:

Comandante das forças norte-americanas no Afeganistão satisfeito com reforços

Tamanho do texto Aa Aa

O comandante das forças norte-americanas no Afeganistão está optimista com o anúncio do reforço do contingente militar no país.

O general Stanley McChrystal saudou a estratégia anunciada pela administração Obama de enviar mais 30.000 soldados para o terreno. Embora o pedido original fosse de 40.000 militares, o general acredita que os reforços destacados lhe garantem os recursos necessários para cumprir a missão. “Acredito que, até ao próximo Verão, a ajuda das novas forças vai fazer diferenças significativas no terreno, acredito que por esta altura no próximo ano veremos um nível de progresso que nos convencerá que podemos articular claramente o progresso e prever a eficácia das nossas operações”, disse McChrystal perante as tropas estacionadas em Kandahar. Decidido o reforço americano, os restantes membros da Aliança Atlântica são pressionados a enviar mais tropas e dinheiro para o conflito afegão. Os líderes europeus não perderam tempo em expressar apoio verbal à decisão de Barack Obama. No entanto, um maior envolvimento numa campanha cujo número de baixas e impopularidade não param de aumentar, parece difícil de obter. O secretário-geral da NATO declarou esta quarta-feira que esperava que os aliados dos Estados Unidos enviassem pelo menos mais 5000 militares. O Pentágono tinha pedido o dobro do contingente.