Última hora

Última hora

Itália anuncia reforço de soldados no Afeganistão

Em leitura:

Itália anuncia reforço de soldados no Afeganistão

Tamanho do texto Aa Aa

A Itália vai seguir o exemplo dos Estados Unidos e reforçar o contigente militar no Afeganistão.

O Governo transalpino ainda não se decidiu sobre o número exacto de soldados, mas admite que pode chegar aos 1.500. O Reino Unido e a Polónia já se comprometeram com o envio de mais homens. A Alemanha vai adiar a decisão até finais de Janeiro. O reforço da presença militar no Afeganistão domina a reunião de ministros dos Negócios Estrangeiros da NATO, que decorre até amanhã em Bruxelas. O secretário-geral da Aliança Atlântica pediu, entretanto, aos aliados maior empenho na luta contra os talibã, que controlam actualmente 11 das 34 províncias afegãs. Mais que palavras, Washington pede acções. Os Estados Unidos apelam aos países da Aliança Atlântica para que contribuam com mais soldados. Dentro de poucas semanas, a Força Internacional de Assistência à Segurança no Afeganistão vai ser reforçada. Os Estados Unidos vão passar a contar com cerca de 100.000 homens no terreno. Do lado dos aliados, muitos ainda não se pronunciaram, mas feitas as contas, estima-se que pelo menos 5000 militares suplementares possam chegar ao Afeganistão.