Última hora

Última hora

Crime disse o presidente russo

Em leitura:

Crime disse o presidente russo

Tamanho do texto Aa Aa

Pern é hoje uma cidade enlutada e nos Paços do conselho e monumentos públicos a bandeira foi colocada a meia-haste.

O primeiro-ministro russo, Vladimir Putin, ordenou a criação de uma comissão extraordinária para prestar assistência aos feridos e esclarecer a causa do incêndio que turou a vida a mais de uma centena de pessoas. Ao mesmo tempo o presidente Dimitry Medvedev declarou que o que se passou só poder qualificado como “crime”. Uma testemunha conta que tudo se passou muito rápido e que toda a gente se precipitou para a porta, mas como só havia uma, não podiam passar todos. Segundo as primeiras informações do inquérito preliminar tudo indica que não foram respeitadas as regras mais elementares de segurança. O problema é recorrente na Rússia onde as normas são muitas vezes ignoradas. O país regista anualmente cerca de 18 mil mortes devido a incêndios.