Última hora

Última hora

"John Rabe" inaugura Festival de Cinema de Marraquexe

Em leitura:

"John Rabe" inaugura Festival de Cinema de Marraquexe

Tamanho do texto Aa Aa

Tapete vermelho, estrelas, muitas estrelas… Teve início a nona edição do Festival Internacional de Cinema de Marraquexe

Criado a seguir aos atentados do 11 de Setembro, o certame conseguiu conquistar um lugar na cena internacional. Do programa constam, uma competição internacional, homenagens, retrospectivas e “master class” com a participação de realizadores de renome. Mélita Toscan du Plantier, a directora do festival, explica que “é um ano muito forte, muito cinéfilo porque temos realizadores provenientes do mundo inteiro, os mais conhecidos: Emir Kosturica, Jim Jarmusch, Alfonso Cuaron, Abbas Kiarostami, o presidente. Temos um júri muito rico, muito cinéfilo, as discussões vão ser fortes. Temos uma competição excepcional, temos homenagens sublimes.” Um dos homenageados é o actor Said Taghmaoui, francês, filho de pais berberes marroquinos, que tem dado que falar em Hollywood. Taghmaoui defende que “Marrocos é um país emergente, um país em expansão. No espaço de 10 anos, foram feitas coisas extraordinárias graças a Sua Majestade. Nós estamos aqui para perpetuar isto tudo e dizer yes we can.” O filme “John Rabe” do realizador alemão Florian Gallenberger inaugurou o festival. A competição oficial conta com 15 longas-metragens, de 15 nacionalidades diferentes. O júri é presidido pelo realizador iraniano Abbas Kiarostami, laureado com a Palma de Ouro em Cannes em 1997, pelo “Sabor da Cereja”.