Última hora

Última hora

Romenos elegem presidente em contexto de crise profunda

Em leitura:

Romenos elegem presidente em contexto de crise profunda

Tamanho do texto Aa Aa

Num contexto de crise profunda e a apenas três semanas do Natal, os romenos são chamados este domingo às urnas para elegerem o próximo Presidente da República.

Frente-a-frente nesta segunda volta das eleições presidenciais, estão o presidente cessante Traian Basescu, do Partido Democrata-Liberal de centro-direita, e o ex-diplomata do Partido Social-Democrata, Mircea Geoana. De acordo com as últimas sondagens, nesta segunda volta é o candidato da oposição que surge na frente das intenções de voto, depois de ter sido o segundo candidato mais votado na primeira volta. A inversão dos papéis deve-se ao facto de Geoana ter beneficiado do apoio dos liberais, terceira força política do país, e do Partido da Minoria Húngara. Das incertezas das sondagens, sobressai no entanto um dado adquirido: a tarefa do próximo presidente anuncia-se extremamente complicada. O chefe de Estado vai ter que encontrar medidas eficazes para combater a crise. Nos primeiros nove meses do ano a economia romena recuou 7,4%. Um estudo do instituto Mednet conclui que 50% dos romenos não vão comprar árvore de Natal por falta de meios.