Última hora

Última hora

Incêndio em discoteca: aumenta para 112 o número de mortos

Em leitura:

Incêndio em discoteca: aumenta para 112 o número de mortos

Tamanho do texto Aa Aa

O incêndio numa discoteca russa provocou até ao momento 112 mortos. O número de vítimas pode, no entanto, vir a aumentar já que mais de duas dezenas de feridos se encontram em estado crítico.

As primeiras cerimónias funebres começaram este domingo em Perm, localidade situada a cerca de 1400 quilómetros a leste de Moscovo. Na morgue, pouco mais de meia centena de cadáveres foram, ainda, identificados. Esta mulher, que perdeu o filho no incêndio pede castigo máximo para os proprietários da discoteca. Garante que vai levar o caso até às ultimas consequências e pergunta como vai ser o futuro da nora e do neto, que está prestes a nascer. O familiar de uma outra vítima diz tratar-se de um acto monstruoso e compara a morte destas pessoas aos campos de concentração nazi, sublinhando, que foram queimados da mesma forma. Junto à discoteca multiplicam-se as homenagens às vítimas. De acordo com a procuradoria russa, na origem do acidente está a violação das regras de utilização de fogo-de-artifício. Um dos foguetes tocou num tecto provocando de imediato o alastrar das chamas como mostra um vídeo. Com apenas uma saída de emergência foram poucos os que conseguiram escapar.