Última hora

Última hora

Cimeira de Copenhaga arranca esta segunda-feira

Em leitura:

Cimeira de Copenhaga arranca esta segunda-feira

Tamanho do texto Aa Aa

O mundo está de olhos postos em Copenhaga. A Cimeira das Nações Unidas sobre as alterações climáticas, que começa esta segunda-feira, é encarada como um momento histórico na batalha contra o aquecimento global.

192 países estão representados. O objectivo é encontrar um acordo para a redução das emissões de gases com efeito de estufa. Actualmente, as emissões mundiais situam-se nas 47 mil milhões de toneladas por ano. As metas são ambiciosas, mas o responsável das Nações Unidas para o clima está confiante. “Não acredito que a cimeira vá falhar. Basta olhar para o número de pessoas que se comprometeu a vir cá para garantir que vai ser um sucesso, para os anúncios de apoio financeiro que recebemos, para as metas que foram anunciadas e para o compromisso que estamos a ver dos países desenvolvidos”, declarou Yvo de Boer. Grandes ambições e reforço da segurança na capital da Dinamarca. Mas o fosso económico e os esforços ambientais das diferentes nações ameaçam o acordo global. Vários especialistas dizem que é tarde para evitar os mais graves efeitos das mudanças climáticas. Os alertas têm-se intensificado. Um dos últimos, no lago de Copenhaga, mostra bonecos a afogarem-se. O objectivo é dizer aos líderes mundiais que não comprometam o futuro de milhões de crianças que podem vir a ser as grandes vítimas do aquecimento global.