Última hora

Última hora

Governo britânico promete apertar o cinto

Em leitura:

Governo britânico promete apertar o cinto

Tamanho do texto Aa Aa

As finanças do Reino Unido vão apertar o cinto. O governo britânico, liderado por Gordon Brown, promete um corte de 3 mil milhões de libras na despesa pública, no orçamento para 2010, num esforço para reduzir para metade o défice.

O relatório pré-orçamental vai ser apresentado esta quarta-feira ao parlamento lo ministro das Finanças, Alistair Darling. A par do corte nas despesas, o orçamento prevê um imposto extraordinário aos bónus pagos pelas empresas financeiras aos funcionários de topo. O governo pode ainda reverter a decisão de fazer um corte no imposto sucessório aos lares mais ricos. Um dos sectores que pode vir a sofrer cortes é o da saúde. O governo justifica estes cortes com a tecnologia que equipa os hospitais e permite gastar menos, mantendo a mesma qualidade de serviços. O Partido Trabalhista, no governo, enfrenta uma crise de popularidade e está, nas sondagens, bastante abaixo dos rivais conservadores. As eleições vão acontecer, o mais tardar em Junho. Outro aspecto essencial do projecto orçamental é a aposta nas energias renováveis, que deve originar uma poupança de 300 milhões de libras. Finalmente, a educação vai também sofrer cortes, com uma redução nas bolsas pagas aos estudantes e na contratação de professores.