Última hora

Última hora

Marrocos e União Europeia reunidas em Bruxelas

Em leitura:

Marrocos e União Europeia reunidas em Bruxelas

Tamanho do texto Aa Aa

O ministro dos negócios estrangeiros marroquino acusa a activista Aminatou Haidar de chantagem.

Haidar continua em greve de fome no Aeroporto das Canárias depois de regressar de uma viagem a Nova Iorque onde recebeu o Prémio dos Direitos Humanos. O ministro marroquino afirma que a activista não é uma defensora dos direitos humanos porque tem uma agenda política e pertence ao movimento de libertação Frente Polisário. Aminatou Haidar está impedida de regressar ao seu país e a União Europeia receia que o conflito possa criar uma situação incomportável na região. Para isso vai pedir, neste encontro com Marrocos que se encontre uma solução para pacificar a região. Uma solução política justa que permita a autodeterminação do povo do Saara Ocidental. O governo espanhol, que exercerá a presidência rotativa da União Europeia a partir de Janeiro, prevê acolher a primeira cimeira de chefes de governo entre a UE e Marrocos em Março, na cidade andaluza de Granada.