Última hora

Última hora

Parlamento iraquiano aprova lei que abre portas a eleições no início de 2010

Em leitura:

Parlamento iraquiano aprova lei que abre portas a eleições no início de 2010

Tamanho do texto Aa Aa

O Parlamento iraquiano aprovou uma nova versão da lei eleitoral que abre caminho para a realização, no início de 2010, das segundas eleições legislativas desde a queda de Saddam Hussein.

Depois de uma maratona de negociações, os deputados reuniram-se pouco antes da meia-noite deste domingo para aprovar uma nova distribuição de lugares nos governos regionais, evitando assim um novo veto do vice-presidente sunita Tarek al-Hachémi. Um deputado explica que “os assentos do novo Parlamento serão 310 mais 15 para as minorias, num total de 325.” Foi também encontrado um acordo sobre o voto dos iraquianos que vivem no estrangeiro, uma outra reivindicação do vice-presidente sunita, já que aqueles que fugiram do Iraque após a invasão americana eram desta comunidade. A missão da ONU no Iraque recomendou a data de 27 de Fevereiro para as eleições. O escrutínio estava inicialmente previsto para Janeiro, mas os atrasos nas negociações obrigam ao seu adiamento. A administração americana espera a rápida realização das eleições para a retirada das tropas do país, que deve começar gradualmente em Agosto de 2010 e estar concluída no fim de 2011.