Última hora

Última hora

Afeganistão: Gates assegura compromisso norte-americano

Em leitura:

Afeganistão: Gates assegura compromisso norte-americano

Tamanho do texto Aa Aa

Robert Gates assegurou o compromisso de Washington com a segurança no Afeganistão.

O secretário da Defesa dos Estados Unidos realizou uma visita imprevista a Cabul, a primeira de um membro da administração de Barack Obama desde o anúncio do rápido reforço para 100 mil soldados do contingente norte-americano no território. A data prevista por Obama para o início da retirada – Julho de 2011 – inquietou tanto os afegãos, como os vizinhos paquistaneses. Gates sublinhou que “a relação com o Afeganistão é um compromisso de longo-prazo. Tal como disse o presidente Obama, o governo norte-americano não voltará a virar as costas a este país ou à região”. Gates sublinhou que a retirada “será gradual”, dependerá de certas “condições” e poderá demorar vários anos. O presidente afegão reiterou o objectivo de Cabul de assumir o controlo da segurança do país no espaço de cinco anos. No entanto, Hamid Karzai frisou que “durante 15 ou 20 anos, o Afeganistão não será capaz de sustentar uma força dessa natureza e capacidade através dos seus próprios recursos”. Washington pretende “dividir a factura” com os parceiros internacionais. Em declarações ao Congresso norte-americano, o comandante das forças internacionais defendeu que os reforços vão inverter a “tendência da rebelião”.