Última hora

Última hora

Estados Unidos vão regular emissões de gases com efeito de estufa

Em leitura:

Estados Unidos vão regular emissões de gases com efeito de estufa

Tamanho do texto Aa Aa

O caso “Climategate” não passou ao lado do primeiro dia da cimeira de Copenhaga.

Rajendra Pachauri, o secretário-geral do Painel Intergovernamental da ONU para as Alterações Climáticas considera que os emails de cientistas da universidade de East Anglia pirateados e publicados na Internet são uma tentativa de descredibilizar a comunidade científica.

Recorde-se que alguns dos correios electrónicos sugerem que os cientistas terão manipulado dados para exagerar os valores do aquecimento global. “Tendo em conta a dimensão da mudança de grande alcance que está em causa, é provável que alguns achem inconveniente aceitar a sua inevitabilidade. O roubo de emails de cientistas da Universidade de East Anglia mostra que alguns vão até ao ponto de cometer actos ilegais”, afirmou Rajendra Pachauri. O “Climategate” tem sido utilizado pelos cépticos do aquecimento global, mas Washington jogou uma carta que pode ser fundamental em Copenhaga. A EPA, a Agência Americana para a Protecção do Ambiente assumiu pela primeira vez que os gases causadores do efeito de estufa são uma ameaça à saúde pública. Lisa Jackson, a directora da EPA afirmou que este é um passo para a “inovação, o investimento e a implementação de tecnologias que reduzam as emissões nefastas, rumo à solução para as alterações climáticas”. Palavras que permitem agora aos Estados Unidos, país que nunca ratificou o protocolo de Quioto, impor metas para a redução das emissões poluentes sem precisar da aprovação do Congresso.