Última hora

Última hora

EUA trazem lufada de ar fresco à Cimeira do Clima

Em leitura:

EUA trazem lufada de ar fresco à Cimeira do Clima

Tamanho do texto Aa Aa

Os Estados Unidos fornecem uma lufada de ar fresco à Cimeira do Clima. A EPA, a Agência Americana de Protecção do Ambiente decretou que os gases com efeito de estufa são perigosos para a saúde pública. Um argumento que permitirá a Barack Obama cumprir a promessa de reduzir as emissões de CO2 em 17%, entre 2005 e 2020.

A EPA pode agora avançar com uma regulamentação para reduzir os gases com efeito de estufa, mesmo sem o acordo do congresso, como explica a administrador da Agência, Lisa Jackson: “Esta acção é um passo na direcção de soluções, pragmáticas e de futuro, ao enorme desafio da mudança climática. É um passo na via da inovação, do investimento e da implementação de tecnologias que reduzam as emissões nocivas.” Isto significa que a EPA pode agora tomar medidas contra a indústria do carvão, por exemplo, mesmo sem o acordo do senado. Extremamente poluente, o carvão produz 50% da electricidade norte-americana. A eventualidade de reduzir a sua utilização é uma “catástrofe” para James Inhofe, o senador republicano do Oklahoma – um dos Estados produtores de carvão: “Teria um efeito devastador no emprego, custar-nos-ia milhões e milhões de postos de trabalho e milhões e milhões em impostos.” Consciente da oposição e dos receios que se fazem sentir, nos Estados Unidos, Barack Obama vai reunir-se esta quarta-feira com empresários e ecologistas para discutir o futuro das negociações de Copenhaga.