Última hora

Última hora

Aumenta a polémica sobre as contas secretas francesas na Suíça

Em leitura:

Aumenta a polémica sobre as contas secretas francesas na Suíça

Tamanho do texto Aa Aa

Nova reviravolta na polémica das contas secretas francesas na Suíça. Segundo o jornal “Le Parisien Aujourd’hui en France”, a lista dos franceses que presumivelmente detêm contas na Suíça terá sido comprada, por Paris, a um ex-funcionário do Banco HSBC de Genebra.

Em Agosto, o ministério francês do Orçamento declarara estar na posse de uma lista de três mil pessoas que, supostamente, tinham depositado dinheiro na Suíça, para escapar ao fisco francês. Erick Woerst, o ministro da tutela garantira então que a lista tinha sido obtida de maneira “anónima e sem contrapartidas financeiras”.

Afinal, segundo o jornal de Paris, os dados do HSBC Private Bank de Genebra terão sido pirateados por um ex-quadro informático da instituição. O Banco admite o roubo, mas garante tratar-se de dados “antigos e não sensíveis” de “não mais de 10 clientes”. Do lado francês, o governo afirma que “não compra informações e não cita as suas fontes.”

A Suíça abriu um inquérito.