Última hora

Última hora

Combustível a partir de sucata

Em leitura:

Combustível a partir de sucata

Tamanho do texto Aa Aa

Marcello Fieni é inventor e anda numa Scooter que funciona com combustível à base de reciclagem de carros. A história começa no ferro-velho, nas milhares de peças de automóveis, compostas por dezenas de materiais.

Agarremos então num carro azul e coloquemo-lo num triturador. Num minuto, desaparece. Oitenta e cinco por cento dos materiais são separados. O metal vai para a siderurgia e o plástico é reciclado. Mas no final do dia resta ainda uma grande mancha de residuos, como esponja dos bancos ou mesmo pedaços de pneu. Até agora estes materiais de reciclagem difícil eram soterrados. Mas agora, isso pertence ao passado, porque surgiu o homem da Scooter. Este engenheiro inventou uma máquina que transforma os restos do triturador em combustível. Uma máquina que produz combustível sem refinar petróleo? Eis a explicação. “Trata-se de um “reagente” que transforma os residuos em combustivel com um tratamento térmico e catalítico”, diz Marcello Fieni. É possível pôr o motor a funcionar com esta “gasolina”. Tem um cheiro acre mas é eficaz. E segundo o inventor, é melhor do que a gasolina clássica. “As primeiras análises constataram menos consumo e um rendimento cinco por cento superior à gasolina sem chumbo 98”, refere. “Temos um duplo ganho ambiental. Por um lado produzimos menos residuos e por outro, valorizamos a matéria-prima já existente, evitando a extracção de mais petróleo, por exemplo”, garante Pierre-François Bareel, é investigador. Após 3 anos de pesquisas, o inventor belga tem razões para sorrir. É o primeiro a produzir gasolina sem petróleo. É também o único a conduzir uma “scooter” movida a sumo de carro azul.