Última hora

Última hora

ONU condena vaga de atentados em Bagdade

Em leitura:

ONU condena vaga de atentados em Bagdade

Tamanho do texto Aa Aa

Bagdade viveu um dos dias mais sangrentos do ano após cinco atentados que resultaram, segundo um balanço ainda provisório, em pelo menos 127 mortos e quase 450 feridos.

Os cinco ataques ocorreram quase em simultâneo a meio da manhã de terça-feira em diferentes pontos da capital iraquiana, tendo sido utilizados carros armadilhados que eram ocupados por quatro suicidas.

As explosões deflagraram junto a edifícios governamentais mas também alvejaram uma patrulha policial e um túnel rodoviário.

Um dos alvos foi a sede provisória do ministério das Finanças, que já tinha mudado de local devido a um atentado semelhante.

O pico de violência na capital do Iraque coincidiu com o anúncio da data de 7 de Março para a realização das eleições legislativas, o segundo escrutínio organizado no país desde a queda do regime de Saddam Hussein em 2003.

Um deputado do partido Dawa, do primeiro-ministro al-Maliki afirmou que “as explosões sangrentas de hoje pretendem sabotar o processo político, especificamente o processo eleitoral”.

Aparentemente, os atentados de ontem têm a marca da Al-Qaeda e foram energicamente condenados pelo secretário-geral das Nações Unidas e pelo Conselho de segurança do mesmo organismo.

Os Estados Unidos também condenaram os ataques acrescentando que o aumento da violência não vai interferir com o calendário de retirada das tropas do Iraque.