Última hora

Última hora

Barack Obama justifica acções militares na entrega do Nobel da Paz

Em leitura:

Barack Obama justifica acções militares na entrega do Nobel da Paz

Tamanho do texto Aa Aa

Barack Obama recebeu hoje em Oslo o prémio Nobel da Paz, após menos de um ano na Casa Branca.

Numa nota de humildade, o presidente norte-americano afirmou que outros candidatos “mereciam talvez mais” o galardão.

Poucos dias depois de decidir reforçar o contingente no Afeganistão, Obama justificou as operações militares dos Estados Unidos.

“Enfrento o Mundo tal como ele é e não posso ficar indiferente face às ameaças ao povo norte-americano. Um movimento não-violento não poderia ter parado os exércitos de Hitler. Negociações não servem para convencer os líderes da al-Qaida a abandonarem as armas. Dizer que a força é algo necessário não é uma chamada ao cinismo, é um reconhecimento da História, das imperfeições do Homem e dos limites da razão.”

O presidente do comité Nobel tentou afastar críticas contra a “escolha prematura” de Obama, precisando que o prémio constitui uma “chamada à acção”.