Última hora

Última hora

Londres e Paris querem imposto extraordinário sobre prémios bancários

Em leitura:

Londres e Paris querem imposto extraordinário sobre prémios bancários

Tamanho do texto Aa Aa

Nicolas Sarkozy e Gordon Brown unidos a favor da criação de um imposto extraordinário sobre os prémios bancários. Os bonus que os bancos vão pagar, relativos a 2009, resultam do apoio dos diferentes Estados ao sistema bancário, explicam o presidente francês e o primeiro-ministro britânico, numa carta aberta, publicada, esta quinta-feira, no Wall Street Journal. Por isso, o imposto deve ser uma prioridade, defendem.
 
E embora haja quem receie um fuga dos executivos e gestores, Tej Dhindsa, consultor em recrutamento financeiro, não está convencido de que isso aconteça: “O que se diz é que não vai haver um êxodo em massa dos executivos, pela simples razão de que também não vão ter muitas opções, tendo em conta a situação na Europa e mesmo na Ásia.”
 
A carta aberta surge antes da Cimeira Europeia desta quinta-feira, e após a apresentação, na quarta-feira, do orçamento britânico para o próximo ano. 
 
Alistar Darling, ministro das Finanças de Gordon Brown, propõe um imposto de 50% sobre os prémios bancários superiores a 25 mil libras – cerca de 27 mil euros. As receitas deste imposto devem ser alocadas à educação e à saúde.