Última hora

Última hora

Abcases votam para as presidenciais

Em leitura:

Abcases votam para as presidenciais

Tamanho do texto Aa Aa

Cento e trinta e um mil eleitores votam hoje para as presidenciais na Abcásia.

É a primeira ida às urnas desde a guerra entre a Rússia e a Geórgia em Agosto de 2008. A eleição é seguida por 83 observadores internacionais. O papel de Moscovo na república separatista georgiana foi um dos temas fundamentais da campanha. Há cinco candidatos ao cargo. O actual presidente Sergei Bagapch defende uma relação próxima com a Rússia, o primeiro país a reconhecer a independencia do território. Um gesto seguido apenas pela Venezuela e pela Nicarágua. A Abcásia separou-se unilateralmente de Tbilissi no inicio dos anos noventa na sequência de um conflito que fez milhares de mortos. Todos os candidatos rejeitam a reunificação com a Geórgia, mas, o antigo vice-presidente Raoul Khadjimba, na oposição, considera que o território não deve ceder os recursos à Rússia. Na mira das críticas está a concessão dos caminhos-de-ferro a Moscovo por dez anos. A Rússia mantém milhares de tropas na Abcásia.