Última hora

Última hora

Mega-manifestação em Copenhaga

Em leitura:

Mega-manifestação em Copenhaga

Tamanho do texto Aa Aa

Milhares de manifestantes são esperados, hoje, em Copenhaga. Uma acção de protesto que visa pressionar as negociações para um novo tratado climático mundial.

Em cima da mesa está já uma proposta de acordo, que fixa as reduções de gases com efeito de estufa entre 25 a 40% até 2020. A União Europeia decidiu, entretanto, avançar com 7,2 mil milhões de euros, para ajudar os países pobres a adaptarem-se às alterações climáticas. O representante permamente de Cabo Verde na ONU defende que aqueles que podem contribuir, o devem fazer, acrescentando, que os países sub-desenvolvidos e vulneráveis, têm menos condições para agir. Segundo o secretário das Nações Unidas para as questões climáticas, os europeus deverão contribuir no total com 30 por cento das ajudas mundiais previstas para os mais pobres. Em Copenhaga, a ministra dinamarquesa do Ambiente lembrou, no entanto, que é preciso encontrar formas mais criativas de financiar as ajudas, nomeadamente através do sector privado. O primeiro esboço do novo plano contra as alterações climáticas defende que a temperatura do planeta não deve aumentar mais que um grau e meio a dois graus. Uma meta essencial para evitar o desaparecimento de pequenas ilhas, esquecidas neste globo gigante em Copenhaga.