Última hora

Última hora

Polícia dinamarquesa detém 1000 pessoas

Em leitura:

Polícia dinamarquesa detém 1000 pessoas

Tamanho do texto Aa Aa

Cerca de 1000 manifestantes foram detidos em Copenhaga à margem da cimeira da ONU sobre o clima.

Pelo menos 400 pessoas foram identificadas como elementos de um grupo autónomo violento da Europa do Norte, já referenciado pelas autoridades. A polícia dinamarquesa suspeitava, que grupos de extrema-esquerda se preparavam para actos de desobediência civil, no dia em que estava prevista uma mega manifestação em Copenhaga. As autoridades falam de 30.000 participantes na marcha deste sábado, os organizadores de 100 mil Os distúrbios começaram pouco depois das duas da tarde, menos uma hora em Lisboa, altura em que várias montras e fachadas de edifícios públicos foram vandalizadas. Durante os confrontos, um agente ficou ferido e várias viaturas foram incendiadas. Os organizadores da manifestação acusaram a polícia de violar os direitos humanos e de deter indiscriminadamente os manifestantes. Para hoje, está previsto um serviço ecuménico na catedral de Copenhaga. O objectivo: pedir ajuda para a obtenção de um acordo climático.