Última hora

Última hora

Festa em Santiago do Chile depois da vitória de Sebastian Pinêra na primeira volta das eleições presidenciais

Em leitura:

Festa em Santiago do Chile depois da vitória de Sebastian Pinêra na primeira volta das eleições presidenciais

Tamanho do texto Aa Aa

O candidato favorito à Presidência do Chile discursou logo após as primeiras informaçoes sobre os resultados que lhe atribuiram 44% dos votos.

O milionário festejou com as esposa e apoiantes aquilo a que chamou um ‘tremendo triunfo eleitoral’ e lançou um desafio:

Nos proximos 35 dias vamos travar uma campanha limpa, uma campanha de ideias uma campanha pelo futuro sem abusos”

Piñera disse estar ‘muito identificado’ com o candidato independente Marco Enríquez-Ominami – de quem o apoio e os votos serão decisivos no segundo turno de 17 de janeiro.

O seu rival Eduardo Frei fala de confiança e pede ao povo chileno que confie na sua candidatura e que lhe dê os votos de Enriquez

Enriquez Ominami, o carismático dissidente socialista de 37 anos foi a surpresa da campanha ficou em terceiro lugar e o seu apoio pode fazer a diferença.

Oito milhões de chilenos votaram para eleger o homem que sucederá à popular Presidente Michelle Bachelet. As eleições, foram as primeiras no país sul-americano desde a morte do antigo ditador Augusto Pinochet, devem levar a direita de regresso ao poder, após duas décadas de governos de centro-esquerda.