Última hora

Última hora

Cimeira de Alba desfere ataques contra Wahington

Em leitura:

Cimeira de Alba desfere ataques contra Wahington

Tamanho do texto Aa Aa

A oitava cimeira da Aliança Boliviana para os Povos da Nossa América, Alba, que se realizou ontem e hoje em La Havana, afrontou Washington e a sua política.

Além das críticas à política norte-americana para a região, a relação entre o bloco e o Irão também serviu para atacar Washington, oportunidade que o presidente da Venezuela não deixou escapar.

Chavez considerou ridícula a ameaça de Hilary Clinton e garantiu que a relação do bloco com o povo e governo do Irão vai sair fortalecida.

Hilary Clinton, secretária de Estado norte-americana, afirmou ser má ideia a promoção do Irão junto de alguns países, como a Bolívia ou a Venezuela.

A organização Alba, composta por Cuba, Venezuela, Bolívia, Equador, Nicarágua, Honduras e três ilhas das Caraíbas, é marcada por um forte carácter anti-imperialista.

Entre outras coisas, a declaração final da cimeira defende que os países ricos devem pagar a dívida climática e condenam o que consideram a ofensiva militar e política dos Estados Unidos sobre a região
E Castro, numa missiva lida por Chavez, pela primeira vez criticou Obama, que acusou de “promover a mesma política de Bush mas com um sorriso”.