Última hora

Em leitura:

Mandado de captura de Tzipi Livni gera tensão entre Reino Unido e Israel


Israel

Mandado de captura de Tzipi Livni gera tensão entre Reino Unido e Israel

Um tribunal de Londres emitiu uma ordem de detenção contra a líder da oposição israelita, Tzipi Livni, por crimes de guerra. O mandado de captura surgiu após uma queixa de um grupo pró-palestiniano, que acusou Livni de ter orquestrado a ofensiva militar do ano passado contra a Faixa de Gaza.

A ex-ministra israelita dos Negócios Estrangeiros continua a defender essa operação que considera ter sido “essencial” e ter atingido o “objectivo de mostrar a força e capacidade militar” de Israel.

Mas a ordem de detenção já foi suspensa, depois de Livni ter cancelado uma viagem à capital britânica. O governo israelita apoia a líder da oposição e deixa um aviso: Londres pode perder o papel de mediador no processo de paz para o Médio Oriente.

O ministro da Informação declarou, esta terça-feira, que as relações diplomáticas entre os dois países podem sair prejudicadas. Yuli Edelstein disse que “não se trata do primeiro caso” e que “vai acabar por influenciar as boas relações”.

Israel quer que Londres trave estes processos por crimes de guerra contra os seus ministros. Em Outubro, o vice-primeiro-ministro israelita também cancelou uma viagem a Londres, ameaçado pelas mesmas razões de Livni.

Os “crimes de guerra” de que era acusada Livni reportam-se à ofensiva de 22 dias contra o Hamas, que fez 1400 mortos palestinianos.

O governo britânico apelou, em comunicado, os líderes israelitas a viajarem até Londres para discutirem o assunto.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte

mundo

ANP adia eleições e pede a Abbas que fique mais tempo