Última hora

Última hora

Activistas russos e organização Memorial receberam Prémio Sakharov 2009

Em leitura:

Activistas russos e organização Memorial receberam Prémio Sakharov 2009

Tamanho do texto Aa Aa

A questão dos direitos humanos na Rússia esteve hoje em destaque na entrega do Prémio Sakharov 2009. O galardão foi entregue numa sessão solene do Parlamento Europeu, em Estrasburgo, à Organização Memorial e três activistas russos: Oleg Orlov, Serguei Kovalev e Lyudmila Alexeyeva.

Uma homenagem também a Andrei Sakharov, que dá o nome ao galardão e que foi o primeiro dirigente da Memorial.

Num longo discurso, Serguei Kovalev recordou que após décadas de trabalho ainda há muito a fazer e deixou uma dura crítica à actuação da União Europeia, exigindo que seja mais firme e dura com os líderes russos.

Kovalev, em nome dos laureados, atribuiu o prémio aos activistas falecidos: “Este prémio, por direito, pertence a todos eles. Em primeiro lugar penso a Natalia Estemirova, defensora dos direitos humanos e membro da Memorial assassinada na Chechénia. Mas menciono também outros nomes: (Stanislav) Markelov, advogado, (Anna) Politkovskaia e (Anastacia) Baburova, jornalistas mortas em Moscovo, (Nicolai) Girenko, etnólogo abatido em São Petersburgo, Farid Babaev, morto no Daguestão. Há muitos outros. Infelizmente, a lista continua. Por favor levantem-se em memória destas pessoas”.