Última hora

Última hora

Governo preocupado com a segurança de Silvio Berlusconi

Em leitura:

Governo preocupado com a segurança de Silvio Berlusconi

Tamanho do texto Aa Aa

Silvio Berlusconi deve sair hoje à tarde do hospital de San Rafaelle, em Milão. Segundo ordens médicas, deverá abster-se de actividades públicas durante pelo menos duas semanas.

O primeiro-ministro italiano está em observação desde domingo, depois de ter sido agredido por um homem com distúrbios mentais.

À porta do hospital, são muitas as mensagens de apoio a “Il Cavaliere”.

O ataque, que deixou Berlusconi com o nariz e dois dentes partidos, faz temer pela segurança do líder italiano. O governo pretende aumentar as medidas de protecção e reflecte agora sobre o “clima de ódio” que se instalou no país.

Francesco Rutelli, um membro do comité parlamentar de segurança, diz que todos os relatórios feitos pelos serviços secretos “mostram um aumento de preocupação, já que hoje há muitas tensões no país”.

A oposição acusa o primeiro-ministro de estar a usar o incidente para melhorar a imagem política, depois das acusações de corrupção que recaem sobre ele.

A agressão parece ter despertado a simpatia dos eleitores. Segundo as últimas sondagens, a taxa de popularidade de “Il Cavaliere” está bem acima dos 50%.