Última hora

Última hora

Sérvios, montenegrinos e macedónios entram no espaço Shengen sem visto a partir da meia-noite

Em leitura:

Sérvios, montenegrinos e macedónios entram no espaço Shengen sem visto a partir da meia-noite

Tamanho do texto Aa Aa

A partir da meia-noite, os cidadãos da Sérvia, do Montenegro e da Macedónia deixam de precisar de vistos para entrar no espaço Schengen.

Uma medida que promove a aproximação entre os Vinte e Sete e os países dos Balcãs Ocidentais e que representa um forte impulso para o governo de Belgrado que, segundo um responsável no anonimato, pretende apresentar na próxima semana a candidatura à entrada na União Europeia.

Os residentes da capital sérvia pretendem usufruir imediatamente da regalia. A representante de uma agência de viagens de Belgrado explica que “desde que foi anunciada a abolição dos vistos, a 30 de Novembro, houve um aumento no número de pessoas que procuram férias curtas em cidades europeias, para o fim do ano”.

Os cidadãos dos três países recuperam agora um privilégio que usufruiram durante 40 anos, perdido com o fim da Jugoslávia.

Albânia e Bósnia-Herzegovina terão de esperar até 2010 para ver reavaliada a sua situação e o Kosovo continua, para já, excluído do programa de liberalização dos vistos.