Última hora

Última hora

Balcãs celebram abertura das fronteiras

Em leitura:

Balcãs celebram abertura das fronteiras

Tamanho do texto Aa Aa

A Sérvia, o Montenegro e a Macedónia celebraram, durante toda a noite, a abertura das fronteiras com os países da União Europeia e do espaço Schengen

Desde as zero horas deste sábado que os vistos foram abolidos. As autoridades dos três países organizaram viagens simbólicas de centenas de cidadãos a algumas capitais da Europa.

Para o ministro sérvio dos Negócios Estrangeiros, que se deslocou à fronteira com a Húngria, “Esta é uma grande notícia para os cidadãos sérvios”. Esta é uma grande noite, esta noite voltamos à situação em que estávamos há 20 anos e sentimo-nos outra vez parte da Europa”, afirmou.

Belgrado celebrou com fogo de artifício e poucos minutos depois da meia-noite, o vice-primeiro ministro partiu com meia centena de pessoas para Bruxelas para celebrar esta nova liberdade de circulação.

O Montenegro organizou uma viagem a Roma e a Macedónia proporcionou uma viagem a Paris a cem cidadãos.

Este sérvio diz que “o sentimento é incrível. É muito forte, depois de duas décadas poder viajar sem vistos, e sem as longas filas de espera em frente da embaixada”.

Mas para poderem usufruir das viagens sem visto os cidadãos dos três países têm que ser detentores de passaportes biométricos.

A decisão, aprovada por Bruxelas em Novembro, era aguarda com bastante ansiedade pelos membros da ex-Juguslávia.

Por enquanto ficam de fora a Bósnia, o Kosovo e a Albânia. O levantamento das restrições para estes três territórios será discutido no próximo ano