Última hora

Última hora

Sudão compara declaração sobre o clima ao Holocausto

Em leitura:

Sudão compara declaração sobre o clima ao Holocausto

Tamanho do texto Aa Aa

A frustração é grande da parte de muitos países pobres pela falta de ambição do acordo de Copenhaga.

Durante a noite, a meio de uma maratona de reuniões e discursos, a tensão subiu quando o embaixador do Sudão fez uma comparação com o Holocausto.

“ O documento pede a África que assine um pacto de suicídio. É uma solução baseada, na nossa opinião, nos mesmos valores que conduziram seis milhões de pessoas na Europa para as câmaras de gás”, afirmou.

Palavras que provocaram uma reacção violenta do ministro britânico do Ambiente. Ed Miliband respondeu:

“Temos duas alternativas pela frente, aceitar este documento, avançar e começar a distribuir o dinheiro e a tomar decisões, ou o caminho que o embaixador Lumumba nos propõe: a comparação repugnante com o Holocausto que ofende todas as pessoas nesta conferência quisquer que sejam as suas origens”.