Última hora

Última hora

Manifestações de opositores após morte de Ayatollah Ali Montazeri

Em leitura:

Manifestações de opositores após morte de Ayatollah Ali Montazeri

Tamanho do texto Aa Aa

A morte do Grande Ayatollah Hossein Ali Montazeri poderá reagrupar as vozes contestatárias do regime iraniano.

O clérigo dissidente faleceu, aos 87 anos, na cidade santa xiita de Qom.

O funeral será esta segunda-feira e deverá atrair milhares de seguidores.

Segundo vídeos amadores difundidos através de páginas web de grupos reformistas, opositores do regime reuniram-se em vários pontos de Teerão para prestar homenagem a Montazeri.

Na Universidade de Teerão, muitos estudantes juntaram-se numa oração de grupo.

As obséquias do “pai espiritual” dos reformistas poderão dar um novo impulso às vozes opositoras.

Um dos arquitectos da Revolução e da Constituição Islâmica do Irão, Montazeri era um dos principais críticos do regime dos Mullahs, o que lhe valeu 15 anos de prisão domiciliária.

Em Agosto, o clérigo dissidente classificou de “ditadura” o regime de Mahmud Ahmadinejad, depois da repressão que se seguiu à contestada reeleição do presidente iraniano.

Montazeri chegou a ser apontado como sucessor do Ayatollah Khomenei, fundador da República Islâmica. Mais o mais liberal e progressista dos clérigos iranianos acabaria por ser afastado em detrimento do actual líder supremo, o Ayatollah Ali Khamenei.