Última hora

Última hora

A Sérvia ruma a Bruxelas

Em leitura:

A Sérvia ruma a Bruxelas

Tamanho do texto Aa Aa

Nove anos depois da queda Slobodan Milosevic a Sérvia deu “um passo histórico” ao decidir apresentar a candidatura à União Europeia. É o que diz a presidência sueca da União que convocou já o presidente sérvio, Boris Tadic, para esta terça-feira, em Estocolmo, para que o pedido seja formalizado.
Sete milhões e meio de sérvios confirmam assim o seu objectivo obrigando os seus líderes a comprometerem-se na reforma económica e política do país.
Belgrado avança com a sua candidatura após a entrada em vigor de um acordo de livre comércio com a UE e de poder dispensar os seus cidadãos de visto para poderem circular no espaço Schengen.

Por resolver estã, no entanto, outros dossiês, um dos quais o Kosovo. Sérvia denunciou a declaração unilateral de independência do Kosovo, processo em vias de ser examinada no Tribunal Internacional de Justiça, em Haia.

Aproximação de Belgrado a Bruxelas foi acelerado desde o começo deste mês,altura em que a Holanda deu o sinal verde logo que TPI
confirmou uma maior cooperação de Belgrado na busca dos acusados por crimes de guerra.

A sérvia deve colaborar na captura de Ratko Maldic, acusado da morte de mais de oito mil bósnios muçulmanos e de Goran Hadzic, antigo líder dos rebeldes servo-croatas cuja cabeça se encontra a prémio.