Última hora

Última hora

Circulação do Eurostar restabelecida de forma limitada

Em leitura:

Circulação do Eurostar restabelecida de forma limitada

Tamanho do texto Aa Aa

A chegada dos primeiros passageiros do Eurostar à estação de Saint Pancras, em Londres, foi acompanhada por um sentimento de alívio, depois de 3 dias de interrupção no tráfego do comboio que faz a travessia do Canal da Mancha.

A circulação foi retomada de forma limitada, mas os horários foram respeitados.

Ao todo, 26 mil passageiros usaram o Eurostar esta terça-feira, depois de uma avaria que afectou mais de 75 mil pessoas.

Muitos chegaram mesmo a pensar que não iriam chegar a tempo de passar o natal em casa.

“Os miúdos portaram-se muito bem, se calhar melhor do que eu me portaria… Não parei de chorar estes três dias. Só queria chegar a casa a tempo do Natal e achava que ía passa-lo em Bruxelas”, diz uma passageira.

Os comboios voltaram aos carris entre a capital belga e Londres, apesar de apenas duas em cada três composições terem circulado. Quem não tinha bilhete comprado no fim-de-semana, vai ter de esperar mais um dia. Para esta jovem irlandesa, chegou finalmente a hora de entrar na carruagem.

“Estou feliz por poder voltar a casa, estou aqui presa desde sábado e tenho de fazer uma correspondência para Holyhead, no país de Gales, para apanhar o ferry para Dublin.”

Cinco avarias nas composições do Eurostar deixaram mais de 2 mil passageiros bloqueados no túnel da Mancha no fim de semana passado.

De acordo com a empresa, na origem das avarias está a diferença de temperaturas no exterior e no interior no túnel. A água proveniente da neve derretida terá provocado problemas no sistema eléctrico dos comboios.

Depois de um verdadeiro pesadelo, milhares de passageiros vêm agora uma luz ao fundo do túnel.