Última hora

Última hora

Natal diferente, na cidade de Belém.

Em leitura:

Natal diferente, na cidade de Belém.

Tamanho do texto Aa Aa

Os turistas que esta semana chegaram à cidade de Belém, para celebrarem mais um ano sobre o nascimento de Jesus Cristo prestaram sobretudo atenção ao muro da separação que divide israelitas e árabes e às dissuasoras tores de vigilância do exérciro hebraico.

As agências dizem mesmo que estes sinais do conflito foram mais visitados, que a Igreja da Natividade.

O presidente da Câmarta local também não gosta do muro:

“O nosso povo ainda vive debaixo de sanções. Este muro da separação parte a cidade. Infelizmente, não há mudanças neste cerco. Peleo contrário, há mais restrições.. Isto afecta muito negativamente a economia da cidade, a saúde das pessoas que vivem aqui, e todos os outros sectores da cidade santa”.

Afinal, a tradição já náo é o que era.

A missa do Galo, sempre celebrada, no Vaticano, à meia-noite, este ano tem novo horário. Será às 10 da noite.

Tudo para permitir mais horas de repouso e recuperaçao, ao Papa Bento XVI que, amanhã, terá outro dia muito preennchido.

Aos 82 anos, o Cardeal Ratizinguer adopta cautelas..

O pior é que já se faz a comparação. João Paulo II, nos piores momentos para a sua saúde, nunca deixou de celebrar a missa à meia noite.