Última hora

Última hora

Senado vota reforma do sistema de saúde norte-americano

Em leitura:

Senado vota reforma do sistema de saúde norte-americano

Tamanho do texto Aa Aa

O Senado norte-americano vota hoje o projecto de lei sobre a reforma do sistema de saúde.

Salvo surpresa de última hora, o texto deve ser aprovado. O voto requer maioria simples num total de 100 senadores e 60 democratas já se colocaram de acordo para dar luz verde ao projecto.

A reforma é uma das principais bandeiras de Barack Obama. “Queremos garantir que as pessoas que não têm um seguro de saúde passem a tê-lo. E a reforma cobre trinta milhões de pessoas que não o tinham”, defendeu, esta quarta-feira, o presidente norte-americano. “Os cidadãos que compram seguros devem ter uma cobertura de qualidade. A reforma vai dar-lhes um nível de segurança nunca antes visto e, honestamente, lutamos por isto há anos”, acrescentou.

A aprovação da reforma do sistema de saúde é o culminar de uma batalha de várias gerações de homens políticos.

O próximo passo é reconciliar este projecto de lei com a versão da Câmara dos Representantes, para depois ser promulgado por Obama, até ao fim de Janeiro.

A lei vai fornecer seguros de saúde a cerca de 30 milhões de americanos, ou seja, 94% da população.

A votação acontece às 7 horas, meio-dia em Lisboa, simbolicamente na véspera de Natal. Obama faz depois um discurso, antes de ir passar férias com a família.