Última hora

Última hora

Faixa de Gaza recorda ofensiva israelita

Em leitura:

Faixa de Gaza recorda ofensiva israelita

Tamanho do texto Aa Aa

Um ano depois da ofensiva israelita na Faixa de Gaza, os residentes saíram à rua para homenagear as vítimas, com um minuto de silêncio.

A operação “Chumbo Endurecido” durou 22 dias e provocou a morte a 1400 palestinianos. O ataque israelita visava pôr termo aos roquetes disparados pelo Hamas contra Israel.

As sirenes que soaram por toda a cidade, este domingo, recordaram os primeiros bombardeamentos.

A par desta iniciativa tiveram lugar encontros, discursos e manifestações, com especial destaque para um protesto com crianças.

“Viemos para a rua, hoje, por causa da guerra e do cerco a Gaza. Continuamos a resistir ao cerco e todos os dias há feridos, mortos e mártires mas nós estamos a resistir e assim continuaremos”, disse um menino.

A breve mas sangrenta guerra entre Israel e o movimento islamita do Hamas, instalado na Faixa de Gaza durou 22 dias. O conflito terminou com o cessar-fogo dos dois envolvidos.

Os israelitas são acusados de ter provocado uma crise humanitária no território e de impedirem a reconstrução de escolas, casas e infra-estrutura destruídas durante o conflito.