Última hora

Última hora

Telavive mostra-se pessimista sobre negociações para libertação de Gilad Shalit

Em leitura:

Telavive mostra-se pessimista sobre negociações para libertação de Gilad Shalit

Tamanho do texto Aa Aa

O chefe de governo israelita mostra-se pessimista sobre as negociações com o Hamas para a libertação de Gilad Shalit.

Benjamin Netanyahu afirmou este Domingo que não sabe “se haverá acordo”.

O destino do soldado israelita de 23 anos é um dos temas do próximo encontro entre o governo de Israel e o presidente do Egipto.

Benjamin Netanyahau anunciou que convocou uma reunião com o presidente Hosni Mubarak que terá lugar na terça-feira “para fazer avançar o processo de paz em várias frentes e continuar o diálogo iniciado com o chefe dos serviços secretos egípcios”.

O Cairo é o intermediário das negociações entre Telavive e o movimento palestiniano que controla a Faixa de Gaza.

Em troca de Gilad Shalit, o Hamas exige a libertação de cem prisioneiros considerados perigosos por Israel por terem estado na origem de atentados mortíferos. Telavive admite libertá-los na condição de que não regressem à Cisjordânia.

Shalit foi capturado perto da Faixa de Gaza a 25 de Junho de 2006.