Última hora

Última hora

Estados Unidos procuram respostas para tentativa de atentado

Em leitura:

Estados Unidos procuram respostas para tentativa de atentado

Tamanho do texto Aa Aa

Como entraram explosivos num voo para os Estados Unidos é a questão a que os americanos querem responder.

A Casa Branca já adoptou novas medidas de segurança, na sequência do incidente a bordo de um airbus da Delta Airlines, mas é preciso compreender o que está a falhar nos sistemas internacionais.

Como passa, um jovem nigeriano com explosivos, o controlo de segurança do aeroporto de Amesterdão, onde existe um sistema de revista de pessoas através de raio-X.

A Secretária de Segurança Interna dos Estados Unidos afirma que o nigeriano nunca fez parte da lista de passageiros proibidos de voar para o país. Mas o pai, conhecido banqueiro, estava preocupado com as crenças radicais e ligações terroristas do filho e tinha alertado as autoridades norte-americanas. O seu nome constaria de uma lista de suspeitos de terrorismo.

Para evitar novas situações as medidas de segurança foram apertadas. Nos voos com destino aos Estados Unidos, para além de outras medidas, os passageiros não estão autorizados a levantar-se durante a última hora de voo.

A bagagem de mão é agora criteriosamente revista e as companhias aéreas estão a pedir aos passageiros que viajam para os Estados Unidos para chegarem ao aeroporto bem mais cedo.