Última hora

Última hora

Obama promete usar todos os meios contra terroristas

Em leitura:

Obama promete usar todos os meios contra terroristas

Tamanho do texto Aa Aa

O braço armado da Al-Qaeda na Península Arábica reivindicou a autoria do atentado fracassado do dia de Natal num voo da Northwest Airlines entre Amesterdão e Detroit.

O grupo divulgou um comunicado num site islâmico, com uma foto do nigeriano Umar Farouk Abdulmutallab. O jovem de 23 anos tentou explodir o avião pouco antes da aterragem. A Al Quaeda argumenta que pretendia vingar-se dos ataques norte-americanos contra o grupo no Iémen.

A Casa Branca admitiu, segunda-feira, que o incidente representa uma falha na segurança aérea.

Barack Obama reagiu, defendendo que os Estados Unidos “vão continuar a usar todos os meios em seu poder para destruir, interceptar e derrotar os extremistas violentos, que os ameaçam, quer estejam no Afeganistão, Paquistão, Iémen, Somália ou onde quer que preparem ataques contra o solo americano.”

Entretanto, esta segunda-feira, o tráfego aéreo com destino aos Estados Unidos, regressou progressivamente à normalidade, depois de atrasos e cancelamentos de voos devido ao reforço da segurança nos aeroportos.

Uma passageira diz: “Não, não vou colocar em questão viajar de avião. Mas é complicado para todos os que viajam. Enfim, trata-se de segurança. Mais vale prevenir que remediar…”

“É ridículo porque se tratou de um voo internacional e está a afectar o tráfego doméstico (nos Estados Unidos). Por isso, estão a exagerar”, considera um outro passageiro.

Alguns especialistas dizem que a tentativa de atentado podia ter sido evitada se houvesse um “scanner corporal”, que detectasse objectos ou substâncias escondidas nas roupas.

O governo britânico anunciou querer instalar o mais rápido possível o equipamento, que já foi testado no Reino unido.

Mas o “scanner corporal” é controverso porque as imagens mostram os passageiros nus.