Última hora

Última hora

Povo islandês recusa pagar "erros dos bancos"

Em leitura:

Povo islandês recusa pagar "erros dos bancos"

Tamanho do texto Aa Aa

“Os contribuintes não devem pagar os erros dos bancos”. Esta é a mensagem que os islandeses quiseram passar ao presidente da ilha. 56.089 pessoas assinaram uma petição na qual pedem ao presidente que não promulgue a lei sobre o reembolso de 3,5 mil milhões de euros, perdidos pelos aforradores britânicos e holandeses, aquando da falência dos bancos islandeses.

A petição foi oficialmente entregue ao presidente Olaf Ragnar Grimsson. “Pudemos apresentar os nossos argumentos ao presidente”, explicou Magnus Arni Skulason, líder do movimento InDefense, que acrescenta: “Aproveitámos a ocasião para lhe entregar a petição que foi assinada por um quarto dos eleitores islandeses, que pedem ao presidente que vete a lei Icesave. Só as taxas de juro do acordo ‘IceSave’ chegam para gerir o serviço nacional de saúde durante seis meses.”

A “lei IceSave” (do banco com o mesmo nome) – aprovada na quarta-feira por uma pequena maioria parlamentar – prevê o pagamento em prestações, até 2024, de mais de três mil e 500 milhões de euros ao Reino Unido e à Holanda – o que equivale a 40% do PIB da ilha, já de si arruinada pela falência dos seus bancos.