Última hora

Última hora

Confrontos no Iémen provocam duas baixas na Al-Qaeda

Em leitura:

Confrontos no Iémen provocam duas baixas na Al-Qaeda

Tamanho do texto Aa Aa

Dois elementos da Al-Qaeda foram mortos e um terceiro ficou ferido em confrontos com as forças governamentais iemenitas, esta segunda-feira.

Os militantes estariam envolvidos nas ameaças de um atentado contra os interesses norte-americanos na capital do Iémen.

Estima-se que haja 300 activistas ligados à Al-Qaeda no país. O grupo reivindicou a tentativa de atentado contra um voo da Northwest Airlines, no dia de Natal, e terá treinado o nigeriano que tentou fazer explodir o avião.

O Iémen é o país mais pobre da Península Arábica, sendo palco de uma rebelião chiita no norte e de tensões separatistas no sul.

Os Estados Unidos já se comprometeram em reforçar a assistência militar ao governo iemenita para lutar contra o terrorismo.

Uma intenção reiterada no sábado, aquando da reunião entre o comandante das forças norte-americanas no Afeganistão e no Iraque e o presidente do Iémen.

Entretanto, pelo segundo dia consecutivo, as embaixadas americana e britânica estão fechadas, depois da indicação de que a Al-Qaeda planeava um ataque na capital do Iémen.